Notícias:

Os imóveis, a verdadeira riqueza e os investimentos estéreis

Os governos se sucedem e o Brasil continua sendo o paraíso dos banqueiros, dos agiotas, dos usurários, dos rentistas. A ciranda da aplicação e dos rendimentos financeiros tão festejados e desejados por todos que podem fazer uma poupança, na verdade é a nossa desgraça. Números gordos resultantes da aplicação usurária não dão emprego, não criam riqueza, pouco imposto rendem: é uma seara estéril. Felizmente, o quadro começa a mudar. A queda da taxa SELIC está tirando o grande atrativo de todas as aplicações puramente financeiras especulativas, criando espaço para atividades laborativas que realmente agregam valor na sociedade.



Reunião discutiu recebimento de resíduos da construção civil

RESICON - Nesta semana a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável se reuniu com representantes da RESICON para tratar sobre os resíduos da construção civil.



TOWER CENTER | Início das escavações

01.02.2016 Começam as obras no terreno do empreendimento.



+ Ver todas as Notícias


Newsletter:

Cadastre-se para receber por e-mail novidades da Mattiazzi Construções!

Capacidades e Resíduos


A RESICON tem capacidade de processar 70 m³ por dia de resíduos. Esta capacidade instalada atende Santa Rosa com sobra para um maior número de cidades da região Noroeste.

 

IMPORTANTE: A RESICON entrega um comprovante assumindo a responsabilidade pelo tratamento do RCC, como forma de compromisso com o cliente.

Ao coletar a caçamba de entulho, o gerador de resíduos recebe do operador do poliguindaste um comprovante de entrega dos resíduos na Central de Triagem/Reciclagem, que garante a correta destinação final do material.

Além das empresas de serviços de Coleta e Transporte de Entulho, a RESICON informa que recebe material também diretamente dos usuários através de transporte particular e Prefeituras da Região.


Classificação dos RCC's segundo a Resolução CONAMA 307:

 

Classe A - são os resíduos reutilizáveis ou recicláveis como agregados, tais como: sobras de argamassa e de concreto, cacos de blocos ou tijolos de cerâmica ou concreto, de azulejos, de telhas cerâmicas ou de fibrocimento sem amianto, placas de concreto ou de rocha, granito ou mármore, solo natural, brita, areia.

+++

Classe B - são os resíduos recicláveis para outras destinações, tais como: plásticos, tubos e forros de PVC,  papel, papelão, metais, vidros, madeiras e gesso.

+++

Classe C - são os resíduos para os quais não foram desenvolvidas tecnologias ou aplicações economicamente viáveis  que  permitam a sua  reciclagem ou  recuperação, como restos de pavimento asfáltico, fibra de vidro.

+++

Classe D - são  resíduos  perigosos  oriundos  do  processo  de  construção,  tais  como  tintas, solventes, óleos e similares, ou aqueles contaminados ou prejudiciais à saúde oriundos de demolições, reformas e reparos de clínicas radiológicas, instalações industriais. Telhas, tubos e caixas d'água de amianto, manta asfáltica de impermeabilização.

 

A RESICON cobra a tarifa conforme o volume e a classificação predominante do material entregue.

 

O QUE RECEBEMOS (alguns RCC):

  • tijolos
  • blocos cerâmicos
  • concreto em geral
  • solos
  • rochas
  • metais
  • madeiras e compensados
  • forros
  • argamassa
  • gesso
  • telhas
  • pavimento asfáltico
  • vidros
  • plásticos
  • papelão
  • tubulações
  • fiação elétrica